quarta-feira, abril 06, 2005

 

Antes de começar, falemos sobre ideias

"Mandem descascar batatas simbólicas a quem disser
que não há tempo para a criação!"

José de Almada Negreiros

A viragem do Partido Socialista ao centro é mais do que uma fugaz tendência. Com a reafirmação ideológica do Partido Comunista e do próprio Bloco de Esquerda, o socialismo do PS entrou definitivamente para a gaveta tendo sido estrondosamente derrotado no plebiscito que elegeu José Sócrates como seu Secretário-Geral. Não pode haver dúvidas. O Partido Socialista prepara-se para disputar a paternidade da social-democracia. Prepara-se para fixar o nosso eleitorado.

Entretanto, à nossa direita, liberais, acompanhados de velhos conservadores, reorganizam-se, ocupam espaço e marcam o debate político.

O PSD tem dificuldades de afirmação ideológica junto do eleitorado.
Nestes últimos três anos, a comunicação social emparedou o PSD numa dicotomia direita/esquerda que serve apenas para nos prejudicar. Nestes últimos três anos assistimos placidamente enquanto o conservadorismo caturra e o liberalismo feroz falavam em nome da Social-Democracia.

Este não pode ser um tema vão, mesmo para os mais pragmáticos dos nossos militantes. O país não se reconhece num PSD fraco na questão dos imigrantes, num PSD indefeso na questão do aborto, num PSD desprovido de substância, de método e rumo. Refém das páginas dos jornais.

A social-democracia portuguesa está enfraquecida. Precisa de ser reinventada. Contextualizada. Escrita. Reescrita. Ensinada e aprendida outra vez. Precisa de redescobrir o país e precisa que o país a redescubra. Inventem-se mais do que tácticas para vencer eleições, criem-se ideias para ganhar o futuro.


Comments:
Wonderful and informative web site. I used information from that site its great. ritalin 1920's prices for household appliances chart Latest+power+wheelchairs
 
best regards, nice info film editing schools
 
Enviar um comentário

<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?