terça-feira, maio 03, 2005

 

Acima de qualquer suspeita...

A recente decisão de Marques Mendes de preterir Isaltino Morais a favor de Teresa Zambujo para a candidatura à Câmara Municipal de Oeiras deu muito que falar mas a meu ver foi uma decisão acertada.

Isaltino deixou o Governo na altura de Durão quando se levantou a questão das suas (ou de outros?!) contas na Suíça, e alegou que não possuía condições para continuar a exercer o seu cargo enquanto essa questão não fosse judicialmente resolvida. Bem a meu ver, este governante assumiu a posição de que qualquer político deveria assumir nestes cargos, ou seja de estar acima de qualquer suspeita, por mais infundada que possa ser, e, note-se que até prova em contrário qualquer cidadão é dado como inocente das acusações que lhe são dirigidas. Mas um político não é um cidadão qualquer, tem a responsabilidade acrescida de estar a exercer as funções que lhe foram confiadas pelo povo, e deve, a meu ver, ser o exemplo dos exemplos...mesmo quando falha.

Ora, nesta altura do campeonato, ainda não foram desfeitas as dúvidas que na altura subsistiam...

A situação na Câmara Municipal não é de uma emergência tão grande que tenha Isaltino que aparecer a candidatar-se à sua presidência, até porque Tereza Zambujo foi na altura a pessoa à altura da situação. Também o será agora.

Em política deve subsistir sempre a ética. Mesmo sabendo que poderá estar em risco a vitória na referida Câmara, Marques Mendes prefere isso a situações mal resolvidas e que virão sempre à baila entre patatis e patatás que se digam sobre a pessoa-rosto, e a instituição de uma Câmara Municipal, e que neste caso arremessam o PSD à lama pública da opinião, do escárnio e do maldizer.

À mulher de César não basta ser séria, tem que o parecer.

Quando as sondagens dão como certa a preferência popular de Isaltino Morais e a sua vitória à presidência da Câmara Municipal, lembro-me também do povo de Felgueiras que daria certamente a vitória eternizada de Fátima ao lugar de mãe do povo...não vale tudo...

Penso que Isaltino ganharia mais facilmente daqui a 4 anos com a sua situação perfeitamente resolvida e essa vitória teria mais sabor e honraria mais a instituição política a que pertence do que agora apoiar-se em vantagens de Guliver como se de liliputianos o povo se tratasse...
E sei de certo que Isaltino nessa altura continuaria a ser apelidado de autarca modelo. Assim não.

Comments:
O que faz falta é copiar a Malta
O que faz falta!!!!!
O que faz falta é copiar a Malta
O que faz falta!!!!!!

Ass: Zeca Afonso Politicopata
 
"A situação na Câmara Municipal não é de uma emergência tão grande que tenha Isaltino que aparecer a candidatar-se à sua presidência, até porque Tereza Zambujo foi na altura a pessoa à altura da situação".
In Objectivo Portugal

Querida e libidinosa Papisa:
Acha???? Acha mesmo????
Que capacidade de análise!!!!
Bom minha Papisa Marota, O Politicopata (e repito "O") está triste mas recupera... Vou Publicitá-la no meu Blog, mas a Minha Querida Papisa, não volta a escrever asneirolas, OK???

Afectuosamente
O Politicopata (que tudo sabe e tudo vê)
 
Keep up the good work » »
 
Enviar um comentário

<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?