quarta-feira, maio 18, 2005

 

O pais acordou

Subitamente o país acordou para a realidade da crise orçamental em que vivemos.
Todos sem excepção clamam medidas de emergência: aumento de imposto, fim dos beneficios sociais, etc.
O que é fundamental que se perceba é que o saneamento das contas públicas de um país no qual 80% das receitas são absorvidas fatalmente pelos salários dos funcionários públicos e pela segurança social, só é possível se houver a coragem politica para repensar o papel do Estado.
O que queremos do Estado? Que funções deve o Estado assumir? Que papel deve o Estado assumir na saúde, na educação? Estas são algumas questões, cuja resposta é fundamental para a resolução estrutural da crise orçamental.
O que se exige a um país como Portugal não é a adopção de medidas conjunturais que permitam a redução de 1 pp no déficit.
O que se exige a Portugal é o desenvolvimento de uma discussão séria e responsável acerca do papel que o Estado deve assumir.
Depois de desenvolvida essa discussão, estaremos em condições de desenvolver politicas sérias de combate ao déficit público.

Comments:
That's a great story. Waiting for more. mortgage predictions bank of canada 2006
 
Keep up the good work film editing schools
 
Enviar um comentário

<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?