segunda-feira, maio 23, 2005

 

O tão aguardado Relatório

Será que já se questionaram acerca da razão que determina que o tão afamado Relatório Constâncio demore tanto tempo a vir a público?

E será que há alguma razão especial que exija que o seu conteúdo vá sendo revelado aos poucos?

É absolutamente lamentável que uma questão tão delicada como esta, esteja a ser tratada, por razões de conveniência politica, com esta ligeireza...

De facto, o que o Governador do Banco de Portugal está a fazer com a gestão deste processo é a preparar os portugueses para as medidas que o governo anunciará amanhã.

Provavelmete o PM anunciará amanhã após uma reunião do Conselho de Ministros o aumento de impostos, ou o fim das SCUT. Provavelmente amanhã o PM dará uma machadada final nas promessas eleitorais, não deixando de atirar as culpas da situação das nossas contas públicas para o Governo anterior.

Aliás, parece que o PM e o governo além da ajudinha que está a receber do camarada Governador do Banco de Portugal, irá também receber uma mãozinha do camarada Sampaio.

Aquele mesmo que num momento em que a Ministra das Finanças e o XV Governo impunham ao pais um discurso e uma politica de verdade e de responsabilidade, afirmava que "há mais vida para além do orçamento".

A argumentação que amanhã o MF ou o PM irão utilizar para legitimar as medidas que contrarião as promessas eleitorais, não podem colher.

A situação das nossas contas públicas são conhecidas de todos há muito...

E se o PS optou por fazer de conta e enganar os portugueses com promessas demagógicas, tem de pagar a factura.

Sublinhe-se que o filme não é novo. Recordamo-nos todos das promessas eleitorais do Eng. Guterres.

Recordamo-nos todos como ficaram as nossas contas após 5 anos de desgoverno do Eng. Guterres e do PS.

Os portugueses lembram-se que Portugal foi sujeito a um procedimento de déficit excessivo instaurado pela Comissão Europeia, graças à politica financeira desenvolvida pelo "Des"governo do PS.

Os Srs. são os mesmos, pelo que o resultado não há-de ser muito diferente.

Comments: Enviar um comentário

<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?