sexta-feira, junho 03, 2005

 

O Bom Ministro!

Luís Campos e Cunha, ministro de Estado e das Finanças, acumula o ordenado de 6759 euros com uma reforma do Banco de Portugal (BP) no valor de 114 mil 784 euros anuais (cerca de 23 mil contos).

O "plano de pensões de reforma e sobrevivência" aplicável aos membros do conselho de administração do BP (plano III), que permite ao actual ministro a pensão de 114 mil euros anuais, entrou em vigor em Fevereiro de 1998, graças à nova lei orgânica do banco. O ministro das Finanças era António Sousa Franco. E foi Sousa Franco quem, por proposta do conselho de administração do BP, criou este novo regime de pensões contributivo. António Sousa e Luís Campos e Cunha ocupavam, nessa data e respectivamente, aos cargos de governador e vice-governador do banco central. Aos membros do conselho de administração basta concluir um mandato para beneficiar do regime do Fundo de Pensões do BP.

Em 2004, Luís Campos e Cunha declarou rendimentos que totalizam 216 300 euros. Os rendimentos de trabalho dependente renderam menos de metade do total: 101 516 euros. A pensão paga pelo Fundo de Pensões do Banco de Portugal foi superior aos rendimentos obtidos por Campos e Cunha enquanto professor catedrático de Economia da Universidade Nova de Lisboa (UNL). O ministro foi director da Faculdade de Economia daquela universidade publica.
Aqui está mais um contributo para combater o défice!

Comments:
Este post foi transcrito para: http://sociocracia.blogspot.com, e comentado...
 
Very nice site! Treatment strategies for children of divorce auto insurance coverage
 
Enviar um comentário

<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?