quinta-feira, setembro 01, 2005

 

As incongruências de Soares

"Tudo na vida tem o seu tempo. Saber interpretar os sinais que a vida nos vai dando, com a sucessão dos dias, das estações e das fases vitais, é uma prova elementar de sabedoria e de bom senso. Em democracia, ninguém se deve agarrar aos lugares ou querer prolongar, para além do tempo certo, as suas funções. A evolução das coisas, das ideias e dos gostos é uma regra incontornável, e os anos sucedem-se como as gerações. Fazer frente a esta regra inelutável é um acto de sensatez", disse Soares a Maria João Avillez. Sublinhando que "a expectativa do poder cega os políticos que os deuses querem perder".

No entanto, ontem pelas 18:00, num discurso de quase uma hora e com alguns problemas técnicos pelo meio, veio anunciar ao país que vai candidatar-se pela terceira vez a Belém.

Comments:
O problema é mesmo esse..."a expectativa de poder cega os políticos" e toda a corte de apoiantes e bajuladores oficiais.
Espero que os Portugueses acordem de uma vez por todas e digam basta,a esta dinastia fanfarrona, alcoviteira e esbanjadora de recursos escassos, que deveriam ser melhor utilizados no desenvolvimento e progresso do país.
 
Talvez.
Talvez votando fora dos PP do arco dito governemental.
Deixar descansar os tres partidos do costume na constituição dos governos, da há duas décads para cá.
Gente nova, diferente, pelo menos inicialmente.
 
Enviar um comentário

<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?