quinta-feira, setembro 29, 2005

 

Existe um país...

Existe um país onde um cidadão de 81 anos depois de ter cumprido 10 anos de mandato como Presidente da República e de ter estado 10 anos de molho decide candidatar-se novamente para salvar esse país de um fantasma, passando por cima de um amigo de longa data.
Existe um país onde três candidatos autárquicos com fortes probabilidades de vencer estão indiciados por processos fraudulentos e uma outra candidata a candidata com mandato de prisão emitido por causa do que fez como autarca, foragida no Brasil, mas que tem toda a cidade a aguardá-la tal qual D. Sebastião.
Existe um país onde o único escritor nacional galardoado com o prémio Nobel da Literatura vive no país vizinho.
Existe um país de onde é oriundo aquele que é considerado o melhor treinador de futebol da actualidade, cujo seleccionador nacional é estrangeiro.
Existe um país onde o maior sucesso nacional do ano é um disco de originais de um músico que morreu há quinze anos.
Existe um país onde os dois guarda-redes da selecção nacional são suplentes de dois guarda-redes da mesma nacionalidade nos respectivos clubes.
Existe um país onde o nome da mascote do principal evento desportivo alguma vez organizado começa por uma letra (k) que não faz parte do seu alfabeto.
Esse país estranho é o meu país.
Esse país só gosta dele próprio e da sua bandeira quando vem alguém de fora jurar a pés juntos que somos bons.
Haja Esperança!

Comments:
O País de 9Out:
?O exemplo de Viana ? 09 OUT?

Em Viana do Castelo, um dos muitos bons exemplos da governação do novo regime que sucedeu ao estado novo ? a saga do Prédio Coutinho. Uma boa achega para 9 de Outubro: contra a vontade popular (de 300 moradores), com o desperdício de 1.5 milhões de euros, uma demolição que ninguém pediu excepto um autarca carenciado de promessas. Dos muitos que a democracia trouxe ao de cima, sejam de índole progressista (Viana) ou de índole conservadora (Lisboa ? túnel Marquês). Da imprensa: dívidas da Câmara de VC, no valor de 20 milhões!
Entretanto, o governo central, vai apertando o cerco aos contribuintes: aumentos de preços e impostos, redução de direitos adquiridos.
Portanto, aqui temos um bom tema de reflexão para o exercício da cidadania eleitoral em 9Out05: votar como, votar em quem? Por isso, aqui fica um humilde testemunho. De quem se recusa a caucionar o enterro do de uma jovem e falhada democracia: a «do estado a que isto chegou», como diria Salgueiro Maia.
Em 9Out, particularmente no/s partido/s autores do estado a que chegámos, evitar votar. Definitivamente.
B. Monteiro,
Eleitor 3348 (S. Francisco Xavier, Lisboa)
 
Silly Season

Avelino já tem dentes do siso
Concorre com os ?Malucos do riso?
E quando não vai ao bordel
Fica a ler Maquiavel
Ainda quer roubar mais vezes
Nada resta no Marco de Canavezes
O povo de Felgueiras "axa cool"
A doutora Fátima e o saco azul
?Ela vai à bola todas as semanas
E no final paga o fino e as bifanas?
Ò Fatinha fazias cá uma falta
Nada como uma ladra pra animar a malta
Valentim é o maior do campeões
Oferece varinhas-mágicas e televisões
Festa e sardinhada na avenida
E que se lixe a câmara falida
Que o major está bem de vida
O Isaltino é um queridinho
Guarda o dinheiro do sobrinho
E ao Domingo vai à missa
Rezar pelas contas da Suíça
E se eleição der para o torto
Compra um táxi e rouba no aeroporto
Ò ladrõezecos deixem-se de modas
O vosso problema é falta de fodas
 
A idade é a única qualidade do Só Ares com manias de rei dinástico. Serve para dar esperanças aos muitos velhinhos que estão a ser mortos à fome e envenenados com medicamentos.
 
Wonderful and informative web site. I used information from that site its great. lexus occasion Inline skating teen fitness sprint cellular phone Haiti time share Care insurance long specialist term Management skill training Pain phentermine
 
Enviar um comentário

<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?