segunda-feira, outubro 31, 2005

 

Documento Único Automóvel

Entra hoje em vigor o Documento Único Automóvel. O novo cartão vai substituir o livrete e o registo de propriedade automóvel.
O novo documento, que resulta de uma imposição comunitária, será fisicamente muito semelhante às antigas cartas de condução: desdobrável em três partes e com um espaço reservado para um código de barras que duplica a informação e garante a sua segurança.
Pensei que era uma boa medida do governo, afinal é uma imposição comunitária... continuaremos a aguardar o espírito reformista de Sócrates!

sábado, outubro 29, 2005

 

Nada de referendo ao aborto...pelo menos até Setembro de 2006!

Na tarde de ontem, o Tribunal Constitucional declarou a inconstitucionalidade da proposta de referendo aprovada em Setembro pelo PS e Bloco de Esquerda, por entender que apenas em 15 de Setembro de 2006 se inicia uma nova sessão legislativa.

Apesar de ter ameaçado "resolver a questão" no Parlamento caso fosse necessário, o PS parece que por agora "ganhou juízo", não embarcando nos devaneios da Esquerda mais radical, e na sequência da decisão do Tribunal Constitucional, José Sócrates anunciou hoje que o PS vai apresentar uma nova proposta de referendo ao aborto a partir de Setembro de 2006, recusando avançar com a despenalização na Assembleia da República.

Ao que parece, pelo menos quanto a este ponto, o Governo Socialista parece que vai cumprir o programa eleitoral que apresentou, por isso, nada de referendo ao aborto... pelo menos até Setembro de 2006.

sexta-feira, outubro 28, 2005

 

O ridículo!

O Ridículo...

Como já foi referido várias vezes neste blog, actualmente, na situação económica em que Portugal se encontra é contraproducente avançar com grandes obras como o TGV e o aeroporto da Ota.
A única excepção admitida seria a ligação Lisboa-Madrid, sem paragens.

Segundo o Público de hoje, a linha Lisboa-Porto, que o governo se prepara para apresentar terá somente 4 paragens. 4 paragens!!!??? Ota, Leiria, Aveiro, Porto.

A linha Lisboa-Madrid parará em Évora e Badajoz (haverá outras em Espanha?).

Estes projectos são ridículos, o TGV nunca atingirá a velocidade de cruzeiro, então para quê investir numa linha de TGV?

Qualquer pessoa sensata sabe que o TGV, teria de ser directo, quer de Lisboa-Madrid, quer Lisboa-Porto, isto para ter alguma viabilidade!

quinta-feira, outubro 27, 2005

 

Carta Aberta a José Sócrates

Esta é a terceira carta que lhe dirijo. As duas primeiras, motivadas por um convite queformulou mas não honrou, ficaram descortesmente sem resposta.

A forma escolhida para a presente é obviamente retórica e assenta num direito que o Senhor ainda não eliminou: o de manifestar publicamente indignação perante a mentira e as opções injustas e erradas da governação.

Por acção e omissão, o Senhor deu uma boa achega à ideia, que ultimamente ganhou forma na sociedade portuguesa, segundo a qual os funcionários públicos seriam os responsáveis primeiros pelo descalabro das contas do Estado e pelos malefícios da nossa economia. Sendo a administração pública a própria imagem do Estado junto do cidadão comum, é quase masoquista o seu comportamento.

Desminta, se puder, o que passo a afirmar:

1. Do Statistics in Focus n.º 41/2004, produzido pelo departamento oficial de estatísticas da União Europeia, retira-se que a despesa portuguesa com os salários e benefícios sociais dos funcionários públicos é inferior à mesma despesa média dos restantes países da Zona Euro.

2. Outra publicação da Comissão Europeia, L"Emploi en Europe 2003, permite comparar a percentagem dos empregados do Estado em relação à totalidade dos empregados de cada país da Europa dos 12. E que vemos? Que em média, nessa Europa, 25,6 por cento dos empregados são empregados do Estado, enquanto em Portugal essa percentagem é de apenas 18 por cento. Ou seja, a mais baixa dos 12 países, com excepção da Espanha. As ricas Dinamarca e Suécia têm quase o dobro, respectivamente 32 e 32,6 por cento. Se fosse directa a relação entre o peso da administração pública e o défice, como estaria o défice destes dois países?

3. Um dos slogans mais usados é o do peso das despesas de saúde. A insuspeita OCDE diz que na Europa dos 15 o gasto médio por habitante é de 1458 ?. Em Portugal esse gasto é? 758 ?. Todos os restantes países, com excepção da Grécia, gastam mais que nós. A França 2730 ?, a Áustria 2139, a Irlanda 1688, a Finlândia 1539, a Dinamarca 1799, etc. Com o anterior não pretendo dizer que a administração pública é um poço de virtudes. Não é. Presta serviços que não justificam o dinheiro que consome. Particularmente na saúde, na educação e na justiça. É um santuário de burocracia, de ineficiência e de ineficácia. Mas, infelizmente para o país, os mesmos paradigmas são transferíveis para o sector privado. Donde a questão não reside no maniqueísmo em que o Senhor e o seu ministro das Finanças caíram, lançando um perigoso anátema sobre o funcionalismo público.

A questão reside em corrigir o que está mal, seja público, seja privado. A questão reside em fazer escolhas acertadas. O Senhor optou pelas piores.De entre muitas razões que o espaço não permite, deixe-me que lhe aponte duas:

1. Sobre o sistema de reformas dos funcionários públicos têm-se dito barbaridades. Como é sabido, a taxa social sobre os salários cifra-se em 34,75 por cento (11 por cento pagos pelo trabalhador, 23,75 por cento pagos pelo patrão). Os funcionários públicos pagam os seus 11 por cento. Mas o seu patrão Estado não entrega mensalmente à Caixa Geral de Aposentações, como lhe competia e exige aos demais empregadores, os seus 23,75 por cento. E é assim que as "transferências" orçamentais assumem perante a opinião pública não esclarecida o odioso de serem formas de sugar os dinheiros públicos. Por outro lado, todos os funcionários públicos que entraram ao serviço em Setembro de 1993 já verão a sua reforma calculada segundo os critérios aplicados aos restantes portugueses. Estamos a falar de quase metade dos activos. E o sistema estabilizará nessa base em pouco mais de uma década.Mas o seu pior erro, Senhor Engenheiro, foi ter escolhido para artífice das iniquidades que subjazem à sua política o ministro Campos Cunha, que não teve pruridos políticos, morais ou éticos por acumular aos seus 7000 euros de salário os 8000 de uma reforma conseguida com seis anos de serviço. E com a agravante de a obscena decisão legal que a suporta ter origem numa proposta de um colégio de que o próprio fazia parte.

2. Quando escolheu aumentar os impostos, viu o défice e ignorou a economia. Foi ao arrepio do que se passa na Europa. A Finlândia dos seu encantos baixou-os em quatro pontos percentuais, a Suécia em 3,3 e a Alemanha em 3,2. Porque não optou por cobrar os 3,2 mil milhões de euros que as empresas privadas devem à segurança social? Porque não pôs em prática um plano para fazer andar a execução das dívidas fiscais pendentes nos tribunais tributários e que somam 20.000 milhões de euros? Porque não actuou do lado dos benefícios fiscais, que em 2004 significaram 1000 milhões de euros? Porque não modificou o quadro legal que permite aos bancos, que duplicaram lucros em época recessiva, pagar apenas 13 por cento de impostos?Porque não revogou a famigerada Reserva Fiscal de Investimento e a iníqua lei que permitiu à PT Telecom não pagar impostos pelos prejuízos que teve? no Brasil, o que, por junto, representará cerca de 6500 milhões de euros de receita fiscal perdida? A verdade e a coragem foram atributos que Vossa Excelência invocou para se diferenciar dos seus opositores.

Quando subiu os impostos, que perante milhões de portugueses garantiu que não subiria, ficámos todos esclarecidos sobre a sua verdade. Quando elegeu os desempregados, os reformados e os funcionários públicos como principais instrumentos de combate ao défice, percebemos de que teor é a sua coragem.

Santana Castilho - Professor do ensino superior
Jornal "PÚBLICO" 06.06.2005

terça-feira, outubro 25, 2005

 

Desabafos

Recebido por email:

Apetece-nos dizer algo deste género de vez em quando...
***************************************************
Justo é o CARALHO
" Parece que o PMinistro terá dito que desta vez os sacrifícios serão distribuídos de forma mais justa. Mais Justa é o CARALHO!!!!?????

São 23 horas cheguei agora a casa e trabalhei hoje doze horas. O meu filho já esta a dormir. Este ano já paguei em impostos e multas dezenas de milhares de euros, todos os meses pago um balúrdio de TSU, tenho custos financeiros indescritíveis por causa da forma como é cobrado o IVA, pago o PEC sobre um rendimento que pode não acontecer e este filho da puta vem-me dizer que os sacrifícios serão distribuídos de forma mais justa???

O CARALHO, tenho semanas durante o ano em que trabalho 20h por dia, este fim de semana não sabia sequer que dia era, no dia da greve de uma chusma de paneleiros andei na estrada a pagar portagens e a trabalhar para poder pagar impostos, comecei nu ma puta duma garagem sozinho e dei trabalho a uma carrada de gente a quem pago o IRS, a Segurança Social, Seguros de Trabalho e todas as taxas que o estado me exige, não negoceio salários brutos, por isso que vão para o CARALHO com as contribuições dos tr abalhadores, pago salários decentes e recuso-me a pagar o salário mínimo a seja quem for, investi e perdi, arranjei-me, voltei a investir e falhei de novo, recuperei e investi de novo e consegui.

E estes paneleiros do CARALHO vêm agora dizer-me que os sacrifícios são distribuídos de forma justa??? Sabem sequer o que é não dormir, desesperar, cair e levantar sem pedir um tostão que seja ao filho da puta do estado?

Nem subsidio de desemprego nem o CARALHO?! E tenho que ouvir todos os dias as queixinhas dos policias, dos funcionários, dos professores com horário zero (!), dos funcionários dos correios, dos anacletos e afins, que fujo ao fisco, que exploro os trabalhadores, que tenho que pagar mais impostos, que sou um parasita????

Já paguei todos os impostos de facturas que até agora não consegui cobrar (IVA e IRC), paguei IRC sobre stocks que não sei se algum dia conseguirei vender e os sacrifícios são distribuídos de forma justa??!!! Justo é o CARALHO. Os 2000 funcionário s da CM de Albufeira trabalham das 9h às 15h com intervalo para almoço e de caminho a mesma CM entrega e paga serviços a empresas privadas; decidiram mudar a escada da parte velha, fecharam-na, derrubaram a antiga e colocaram a estrutura em metal, após qu inze dias retiraram a mesma estrutura e colocaram-na em madeira! E ainda queriam fazer um elevador até à praia!!! E eu pago. Num qualquer Instituto mais de 50 chulos tratam de 9(!) putos.

E eu pago. Substituem administradores pagando indemnizações, contratam o Fernando Gomes e o Nuno Cardoso(!!!!). E eu pago. Inventam Institutos e Fundações. E eu pago. Inventam as SCUTS. E eu pago. O PEC. E eu pago. O Presidente apela ao patriotism o. E eu pago.
Sr. Presidente, com todo o respeito que me merece - Vá-se foder!

A CM de Paredes de Coura faz Parques de estacionamento sem trânsito. E eu pago. O ancaleto Sá Fernandes rebenta com o CARALHO do orçamento da CM de Lisboa. E eu pago. Sacrifícios???!! De quem CARALHO?! Prestam-me um serviço de merda na saúde, a ed ucação é tão miserável que sou obrigado a por o meu puto num colégio privado, nem me atrevo a cobrar dividas em Tribunal devido à miséria que é a Justiça. E pago. Preciso de uma puta de uma cirurgia e tenho dezasseis mil pessoas em lista de espera, pelo q ue se não tivesse um seguro de saúde estaria como milhares de desgraçados que se calhar já morreram. E eu e eles pagamos. Os sacrifícios são distribuídos de forma justa??? Como CARALHO??!!!

E aquela esfinge paneleira de óculos que preside ao Banco de Portugal esta à espera de colectar mais 0,03% do PIB com o aumento do IVA? Pois tenho uma pequenina novidade para o reconhecido génio. Talhos, advogados, lares, lojas de moveis e outros pequenos negócios que conheço já têm a contabilidade e pagam impostos em Espanha e eu, assim seja possível, no ano da graça de 2006 pagarei todo o IVA, IRC e contribuições em Vigo. A chulice destes filhos da puta que vá cobrar ao CARALHO! E quero que se f oda a solidariedade e a conversa de merda porque não me sai do corpo para o dar a chulos.
Por alma de quem? Mais justo??!!"
Pois é meus amigos, justo é o CARALHO ! ... QUE O FODA!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

segunda-feira, outubro 24, 2005

 


quarta-feira, outubro 19, 2005

 

Para quando pactos de regime?

A dívida directa do Estado calculada em Setembro deste ano, cresceu 13% relativamente a período homólogo.

Os impostos em Portugal são dos mais elevados na Europa. Alguns fiscalistas argumentam que em 2010 talvez cheguemos a ter de descontar 50% do nosso salário para aguentar a "gula" do Estado.

Portugal pertence aos 11 países a nível mundial onde é mais difícil despedir. Sendo mais difícil despedir, também é mais difícil contratar.

O desemprego duplicou desde o ano 2000, o que significa que as promessas feitas em campanha estão longe de serem cumpridas...

Portugal tem o dobro dos funcionários públicos quando comparado com a Grã-Bretanha que tem uma população 7 vezes maior do que a Portuguesa. Ninguém tem a coragem para tomar medidas de fundo para inverter esta situação.

Ontem o Ministro das Finanças anunciou que afinal para o próximo ano está previsto começarem a cobrar portagens nas SCUTS actuais. Mais outra promessa eleitoral por cumprir...

O futuro não se avizinha promissor... Precisamos de uma estratégia, precisamos pactos de regime! Porque é que de uma vez por todas, não seguimos os casos de sucesso, como a Irlanda e Espanha ou como os países Nórdicos, que têm qualidade de vida elevada, com altos salários e baixos impostos?

terça-feira, outubro 18, 2005

 

Corruptos...

O Índice de Percepção da Corrupção de 2005 coloca Portugal como o terceiro da zona euro com menor nível de transparência, atrás da Itália e da Grécia.

De acordo com o relatório divulgado esta terça-feira pela organização britânica, numa escala de zero (nível mínimo de transparência) a 10 (máximo de transparência), Portugal merece classificação de 6,5 (ponto central para intervalo de confiança entre 5,9 e 7,1 pontos), de que decorre um nível médio de corrupção.
Na tabela de 2005, a Islândia lidera(9,7 pontos), seguida da Finlândia e da Dinamarca, com os primeiros 10 classificados a localizarem-se na Europa. Os EUA ocupam o 17º lugar da lista, sendo o segundo regional, atrás do Canadá.


sexta-feira, outubro 14, 2005

 

O dia das eleições!

Qualquer semelhança com a realidade é pura coincidência!
08:00 - Abrem as urnas no país.
08:01 - Pedro Santana Lopes é o primeiro a votar, vindo directamente da noite lisboeta.
10:30 - Sócrates foi votar num avião Falcon da Força Aéria.
11:00 - Pedro Santana Lopes vai para casa dormir.
12:00 - Mário Soares acorda.
12:05 - Mário Soares adormece.
13:00 - Maria Barroso acorda Mário Soares e diz-lhe que já são horas para ir cumprir o seu dever cívico.
13:01 - Mário Soares diz que não vale a pena, sente que Sócrates já ganhou.
13:02 - Maria Barroso lembra que as legislativas já passaram, hoje são autárquicas.
14:00 - Mário Soares engana-se na secção de voto.
14:10 - Agora sim, Mário Soares consegue votar.
14:05 - Mário Soares apela ao voto no filho João Soares em Sintra, dizendoque se encontra em empate técnico com Fernando Seara.
14:30 - Maria Barroso pergunta a Mário Soares se votou em consciência.
14:40 - Mário Soares diz que não se lembra onde pôs a cruz.
15:00 - Carrilho vota e não cumprimenta o presidente da mesa de voto.
15:20 - Maria Barroso descobre uma cruz na mão de Mário Soares.
15:30 - Jerónimo passa a tarde na sua sede partidária a rebobinar as cassetes com os discursos dos dias de eleições e a ouvir a Internaciona Comunista.
16:00 - Comissão Nacional de Eleições (CNE) acusa Mário Soares de violação clara da lei eleitoral que proíbe que no dia das eleições seja feito um apelo ao voto. Como se trata de um ilícito eleitoral de natureza criminal, é um crime da responsabilidade do Ministério Público. É a segunda vez consecutiva que Mário Soares viola a lei,depois de ter apelado à maioria absoluta de Sócrates no dia das eleições legislativas.
16:30 - Mário Soares dorme profundamente.
17:00 - Levantam-se vozes no Largo do Rato a favor do fim do apoio socialista à candidatura presidencial de Soares.
17:30 - PS retira a confiança política a Mário Soares.
17:35 - Mário Soares vai concorrer como independente renegado, mas não sabe porque está a dormir.
18:00 - Analistas políticos prevêem que nas próximas sondagens o candidato independente Mário Soares apareça à frente de Cavaco Silva.
19:00 - Projecções dão grandes vitórias ao PSD e PSD/CDS, neste dia de eleições.
19:01 - Animal/emplastro corre da Sede do PS para a Sede da Coligação PSD/CDS na Avenida dos Aliados.
19:05 - Carmona esmaga em Lisboa, Rio ganha com maioria absoluta no Porto.
19:05 - O empate técnico (diferença de 1%) que Mário Soares falava em Sintra afinal traduziu-se numa diferença de 13%.
19:05 - Carrilho chora como uma criança, num quarto do Hotel Altis.
19:05 - Cavaco chora a rir com os resultados e engasga-se com uma fatia de bolo-rei.
19:05 - Sócrates diz a Jorge Coelho que nem tudo correu mal, pelo menos o convencido do Carrilho que se acha mais inteligente e bonito, perdeu.
19:10 - João Soares, volta a perder, agora em Sintra...tomou-lhe o gosto.
19:15 - João Soares culpa o seu pai pelo mau resultado e nunca mais quer o seu apoio.
19:20 - João Soares pensa já nas próximas autárquicas, mas arriscando uma candidatura numa presidência de junta de freguesia da margem sul.
19:30 - Mário Soares acorda e telefona ao filho a dar os parabéns.
19:31 - Maria Barroso aconselha Mário Soares a ir para a cama.
19:32 - Mário Soares não hesita e vai.
19:33 - Mário Soares já ressona.
19:35 - Poeta Alegre abre uma garrafa de champanhe para festejar o dia pouco feliz no clã Soares.
19:40 - O paraquedista, caciquista e populista Avelino Ferreira Torres, perde em Amarante e culpa o "Srº Mota-Engil".
19:45 - Avelino tenta sair de Amarante rumo ao Marco de Canaveses, mas perde-se na cidade que não conhece. Pede ajuda...sem sucesso. Pára o carro para se acalmar...quem sofre são os caixotes do lixo e os bancos de jardim.
19:50 - Isaltino sente-se cansado, e é aconselhado pelo sobrinho a tirar umas férias na Suiça.
20:00 - Fátinha Felgueiras vence categoricamente, apesar de ter estado de férias no Brasil nos últimos dois anos.
20:05 - Poeta Alegre abre nova garrafa de champanhe, agora pela derrota pessoal de Sócrates.
20:10 - Avelino anda perdido às voltas numa rotunda de Amarante.
20:15 - Jorge Coelho sacode a água do capote e esconde-se numa toca.
20:20 - Major Valentim, prepara-se para discursar, a azáfama na sala é a grande, recorre de um apito valioso para impor o silencio na plateia.
20:21 - Discurso inflamado e paroquial do Major de Gondomar.
20:30 - António "Limiano" Guterres, sente-se aliviado com este novoterramoto eleitoral, a fazer lembrar a tragédia, o horror e o drama de2001.
20:35 - Poeta Alegre, abre a terceira garrafa de champanhe, agora sem motivo aparente.
20:50 - Avelino bate de carro contra um alvará de construção da Edifer e culpa o "Srº Mota-Engil".
20:55 - Carrilho faz um discurso patético, não reconhece a derrota, não felicita o vencedor Carmona, e Bárbara Guimarães dá-lhe um beijo num cenário "kitsch" (manifestação estética de valor inferior) a fazer lembrar uma telenovela venezuelana.
21:00 - Jerónimo de Sousa carrega no play e desbobina a cassete, ouvem-se os grandes clássicos nestas ocasiões: "Uma grande vitória para a CDU,enfim uma vitória dos trabalhadores e de toda a classe operária", "a luta continua", "uma pesada derrota para a direita", "um cartão vermelho ao governo", "fascismo nunca mais", "camaradas vamos cumprir Abril", "um rude golpe parao lobby económico-financeiro e dos interesses capitalistas no país e quiçá no mundo" "25 de Abril sempre","blábláblá", fim da cassete.
21:04 - Membros do secretariado do Comité Central do PCP mudam as pilhas em Jerónimo de Sousa.
21:05 - Até agora, só Valentim Loureiro elogiou Sócrates.
21:10 - Povo de Felgueiras festeja nas ruas a vitória de Fátinha . O povo grita: "uma grande senhora" ,"a autarca mais séria e honesta de Portugal" , " uma mulher que não foge à luta", "fez-se justiça" .
21.15 - Francisco Louçã enumera as conquistas, só possível pelo seu reduzido número. B.E continua desconhecido no interior do país.
21:15 - Carrilho chega a casa, olha para uma fotografia sua, dá-lhe um beijo e pergunta como foi possível.
21:20 - Sócrates discursa para a comunicação social e para mais três pseudo-notáveis do partido.
21:25 - Marcelo Rebelo de Sousa, descarrega veneno contra a direita e contra a esquerda há mais de duas horas num canal de televisão.
21:30 - Avelino é apanhado no meio da caravana automóvel do PS, é vilipendiado por populares, mas descobre finalmente uma saída de Amarante.
21:40 - O Poeta Alegre telefona a Carrilho para o confortar e diz-lhe que ser filósofo não chega, e canta-lhe: "ser poeta é ser mais alto,é ser mais alto que os homens".
21:41 - Carrilho desliga-lhe o telefone na cara.
21:50 - Bárbara Guimarães, obriga Carrilho a dormir no sofá da sala, de castigo pelos miseráveis 26%.
22:00 - Pelo sim,pelo não, Fátinha Felgueiras compra uma viagem de ida para o Brasil e põe apenas uma muda de roupa num saco azul, porque já está cheio.
22:10 - Carrilho desata a chorar novamente.
22:15 - Mário Soares acorda para cear.
22:16 - Mário Soares bebe um copo de leite e come uma cavaca (oferecida por alguém de Boliqueime).
22:20 - Mário Soares pergunta a Maria Barroso se aconteceu alguma coisa no país.
22:20 - Maria Barroso pede encarecidamente a Mário Soares para que se deite.
22:30 - Avelino chega ao Marco de Canaveses, mas é mal recebido, refugia-se no estádio que tem o seu nome, e adormece no banco de suplentes a acusar o "Srº Mota-Engil".
22:45 - Carrilho agarrado a um gato de peluche do Dinis Maria adormece a ver o vídeo oficial da campanha.
23:00 - Mário Soares não consegue adormecer. Diz a Maria Barroso que a cavaca era indigesta.
23:30 - Afinal o furacão "Vince" chegou mesmo a Portugal, pelo menos ao Largo do Rato...alguém terá dito que a culpa é do "Srº Mota-Engil".
Prémios da noite:
Prémio Celebridade Frontal para Avelino Ferreira Torres com: "A culpa é do Srº Mota-Engil"
Prémio Dom Quixote de la Gondomancha para Valentim Loureiro com: "Gondomar não é de um Zé-ninguém, é dos gondomarenses"
Prémio Ferrero Roché (Ambrósio apetecia-me algo) para discurso completo de Carrilho.
Prémio Próstata do Ano para Mário Soares com: "Toda a gente sabe que há um empate técnico e espero que se decida a favor do candidato socialista, ou seja, o João Soares"
1º lugar, Ordem de Mérito (distinção que galardoa actos ou serviçosmeritórios praticados no exercício de funções públicas ou privadas ou que revelem desinteresse e abnegação em favor da colectividade) para Fátima Felgueiras com: "Foi a vitória da Democracia!".

 

Cartel

O Cartel é uma associação entre empresas do mesmo ramo de produção com objetivo de dominar o mercado e disciplinar a concorrência. As partes entram em acordo sobre o preço, que é uniformizado geralmente em nível alto, e quotas de produção são fixadas para as empresas membro.
A farmacêutica Roche admitiu hoje estar envolvida na prática concertada para manipulação de preços em concursos públicos, ao contrário do laboratório Abbott que emitiu um comunicado rejeitando as acusações. Cinco empresas da indústria farmacêutica foram ontem condenadas pela Autoridade da Concorrência ao pagamento de uma multa de 16 milhões de euros.
Para além da Roche e da Abbott, também a Bayer, a Menarini Diagnósticos, e a Johnson & Johnson estão envolvidas. Ficou provado que houve conluio de preços em 36 concursos públicos de 22 hospitais portugueses.
Vivam os concursos públicos!

terça-feira, outubro 11, 2005

 

A saga do Falcon

Em Fevereiro deste ano, ainda Santana Lopes era 1º Ministro quando se deu um caso com o Falcon. Caiu o "carmo e a trindade" e o caso foi tão mediatizado que até teve honras de comentadores do Expresso. Na altura, quase que foi considerada uma crise de Estado e a notícia durou cerca de 3 dias consecutivos de notícias, comentários, discussões, mesas nos telejornais, jornais e rádios.

Em Abril, mais um episódio caricato: D. Policarpo voou para Roma no Falcon emprestado pelo Presidente da República, a expensas dos Portugueses, pois a Igreja não podia suportar tais custos...

No dia 8 de Outubro, dia de reflexão antes das eleições autárquicas, o 1º Ministro desloca-se a Aveiro no Falcon para assistir ao jogo de apuramento da selecção para o Mundial de Futebol. Nem comento o facto de terem estado 2 Ministros e 3 Secretários de Estado neste evento, em véspera de eleições!

Mas comento o facto de só ontem, segunda-feira e após as eleições terminadas, ter o PSP (Pedro Silva Pereira) sido convidado pela Sic Notícias para comentar o facto do Falcon ter sido utilizado nestas circunstâncias. O comentário decorreu com uma calma assustadora, como se nada fosse. O argumento utilizado é que esta viagem tinha de ser feita de qualquer forma, pois o avião e a tripulação precisam de fazer um x número de horas de manutenção...

Há uns meses atrás, a viagem de Morais Sarmento utilizando o Falcon foi um escândalo!

E agora?

Onde estão as notícias? Os comentários? Os debates?

Agora, ninguém comenta o facto de serem os Portugueses a pagar a despesa da deslocação do 1º Ministro para ir ao futebol. Agora, o 1º Ministro é quase conotado como o ?bom samaritano? que até contribui para a manutenção dos equipamentos Portugueses!

É triste que haja mesmo dois pesos e duas medidas!

 

A bola e o avião!

Como já lá estavam 4 membros do Governo, Sócrates achou importante ir representar o governo!

O problema maior é que o primeiro-ministro deslocou-se num avião Falcon da Força Aérea para assistir ao jogo Portugal-Liechtenstein, em Aveiro, e regressou a Lisboa no mesmo aparelho.

Será que os membros do governo não tem mais nada que fazer?

 

Mais uma nomeação

A Direcção do INE, que tinha sido nomeada em 2003, foi ontem substituída a meio do seu mandato. A Direcção agora substituída protagonizou a reestruturação do INE, tendo sido fundido departamentos centrais e remodelas as atribuições das direcções regionais.

Com ainda 9 meses pela frente para o final do seu mandato, o Governo achou por bem substituir a Direcção e nomear a Directora-Geral do Departamento de Prospectiva e Planeamento...

Como o país está numa fase de contenção, promovem-se mais umas nomeações e umas indemnizações...

segunda-feira, outubro 10, 2005

 

Não funcionou!

Um problema "informático" atrasou o processamento dos resultados eleitorais no Secretariado Técnico dos Assuntos para o Processo Eleitoral (STAPE). Apenas pelas 21h50 o site onde são processados os dados enviados por todos os governos civis começou a avançar alguns dados oficiais. A confusão foi geral.
A seguir ao fecho das urnas, pelas 19h00, nem a página que estava destinada ao público em geral, nem a página especialmente criada para os jornalistas esteve disponível durante quase três horas.
Viva o choque tecnológico! Vivam os Boys do Instituto de Informática do Ministério da Justiça!

domingo, outubro 09, 2005

 

Sondagem Exclusiva

Isaltino, Valentim, Carmona, Seara e o Super Rio ganham!

 

Onde está o voto electrónico?

Nas eleições de hoje não vai realizar-se qualquer ensaio de voto electrónico presencial!

Diogo Vasconcelos, ex-presidente da UMIC (Unidade de Missão Inovação e Conhecimento), já começa a fazer falta....

This page is powered by Blogger. Isn't yours?