quarta-feira, outubro 19, 2005

 

Para quando pactos de regime?

A dívida directa do Estado calculada em Setembro deste ano, cresceu 13% relativamente a período homólogo.

Os impostos em Portugal são dos mais elevados na Europa. Alguns fiscalistas argumentam que em 2010 talvez cheguemos a ter de descontar 50% do nosso salário para aguentar a "gula" do Estado.

Portugal pertence aos 11 países a nível mundial onde é mais difícil despedir. Sendo mais difícil despedir, também é mais difícil contratar.

O desemprego duplicou desde o ano 2000, o que significa que as promessas feitas em campanha estão longe de serem cumpridas...

Portugal tem o dobro dos funcionários públicos quando comparado com a Grã-Bretanha que tem uma população 7 vezes maior do que a Portuguesa. Ninguém tem a coragem para tomar medidas de fundo para inverter esta situação.

Ontem o Ministro das Finanças anunciou que afinal para o próximo ano está previsto começarem a cobrar portagens nas SCUTS actuais. Mais outra promessa eleitoral por cumprir...

O futuro não se avizinha promissor... Precisamos de uma estratégia, precisamos pactos de regime! Porque é que de uma vez por todas, não seguimos os casos de sucesso, como a Irlanda e Espanha ou como os países Nórdicos, que têm qualidade de vida elevada, com altos salários e baixos impostos?

Comments:
és patético!!!!
quem foi que te disse que temos o dobro dos funconários públicos da grã-bretanha?????????
lá, polícias, membros das forças armadas, professores, etc. não são funcionários públicos!!!!!!
 
Enjoyed a lot! »
 
Enviar um comentário

<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?